•  
“Quanto mais a gente cresce, mais gente a gente ajuda a crescer”

Jovens do Estrela Nova refletem sobre questões sociais no mês da mulher

  • 0

Jovens do Estrela Nova refletem sobre questões sociais no mês da mulher

Category : Notícias

O Dia Internacional da Mulher é uma data para comemoração ou reflexão? Esta tem sido a questão principal da equipe do Centro para Juventude, do Movimento Comunitário Estrela Nova, para conduzir os trabalhos com os jovens no mês de março.
DSC04927Neste período, as turmas realizam atividades sobre temas como diferença de gênero, violência contra a mulher, desigualdade social, machismo e feminismo. Desse debate surgem produções para compor o Sarau da Mulher, que “na realidade, é um método de avaliação, para verificarmos a repercussão, entre os jovens, das oficinas realizadas com foco em Cidadania e Política”, explica a educadora socioeducativa Julia Paiva.

Este ano o evento aconteceu na tarde do dia 02 de abril, reunindo cerca de 60 pessoas. O objetivo desse trabalho é desmistificar as questões sobre a mulher na sociedade. O destaque desta edição foi a quantidade de textos e poesias apresentadas, muitos deles de autoria dos jovens. Sobre esse fato, Julia comenta que, depois das oficinas, as turmas passaram a ler mais e a expressar suas opiniões: “Foi interessante ver no Sarau como eles entenderam o tema e como suas apresentações foram isentas de qualquer ato de militância”, acrescenta.

Amanda Ferreira Luna, de 14 anos, escreveu o texto “Simples reflexão” e explica: “Eu me inspirei nas minhas educadoras e na possibilidade de ver o mundo de outra forma, sem julgamentos prévios. Meu texto fala sobre machismo e a falta de respeito com a mulher, seja em casa ou em outro lugar”.

Além das leituras, também houve uma intervenção com integrantes do Grupo Corpo Molde, retratando a mulher na dança contemporânea e, ainda, a apresentação da Trupe Benkady, com ritmos tradicionais do oeste DSC05175africano.

“É difícil acreditar que, num país como o Brasil, ainda temos problemas com racismo, violência, desigualdade. Por isso é tão boa a iniciativa desses meninos. Estamos emocionados com a participação de todos.”, afirma o casal Maria Aparecida e Francisco, que prestigiaram o evento pela primeira vez.

Segundo a coordenadora do CJ, Renata Aquino, o Sarau também é um espaço para abordar temas identificados nos atendimentos familiares, como violência e defasagem escolar. “São demandas muito delicadas, então precisamos voltar alguns passos e tratar de assuntos básicos, para depois avançar em outras questões”, completa Renata.

O Estrela Nova parabeniza toda a equipe do CJ, por manter este espaço democrático de reflexão e expressão sobre temas importantes para a sociedade e, também, os jovens que usufruíram deste momento para se tornarem mais críticos e atuantes.

Para ver mais fotos, clique no album abaixo.

 

 


Leave a Reply

Faça sua doação

Busca

Receba nosso Boletim